Alerta de Segurança da Antimoniato de Meglumina para o tratamento de leisshmaniose “GULUCATIME”

Alerta de Segurança da Antimoniato de Meglumina para o tratamento de leisshmaniose “GULUCATIME”

A Organização Mundial da Saúde (OMS) lançou um alerta de segurança com Ref. EMP/SAV/Alert_n7.2019 (www.who.int/medicines/publications/drugalerts/en/), referente à circulação de versões falsificadas da Antimoniato de Meglumina para o tratamento de leisshmaniose “GULUCATIME” no Paquistão e no Irão, com as seguintes características:

 

Nome do produto Gulucatime  1.5g/5ml solução injectável
Fabricante Tillotts Pharma AG  
Número de lote II18-058                            II-089  
Data de fabrico 11/2018                            03/2018  
Data de validade 04/2020                            02/2021  

 

Em Moçambique, o referido produto não está registada, a DNF desconhece a circulação deste produto em território nacional.

Com base nesta informação, caso encontre estes produtos com os REFERIDOS LOTES não use, contacte a Direccão Nacional de Farmácia (DNF) através da linha do Centro de Informação de Medicamentos(CIM) (823062943).

Hidroclorotiazida falsificada a circular em Camarões

A Organização Mundial da Saúde (OMS) lançou um alerta de segurança com Ref. EMP/SAV/Alert_n6.2019 (www.who.int/medicines/publications/drugalerts/en/), referente à circulação de versões falsificadas de Hidroclorotiazida  em Camarões, com as seguintes características:

Nome do Produto Hydrochlorothiazide 50mg (1000 comprimidos)
Número de lote 16G04
Data de validade 30/05/2021
Data de fabrico 06/2017
Fabricante Sterop Laboratories

 

A versão falsificada contem cerca de 5mg de Glibendamida e não hidroclorotiazida conforme rotulado.

Em Moçambique, a Hidroclorotiazida com o nome comercial ‟ Hydrochlorothiazide 50mg” fabricada pela Sterop Laboratories não está registada. A DNF desconhece a circulação deste produto em território nacional.

Com base nesta informação, caso encontre estes produtos com os REFERIDOS LOTES não use, contacte a Direccão Nacional de Farmácia (DNF) através da linha do Centro de Informação de Medicamentos(CIM) (823062943).

A DNF ACOLHEU A XXII REUNIÃO DO ZAZIBONA

A DNF ACOLHEU A XXII REUNIÃO DO ZAZIBONA

O Zazibona é uma iniciativa da SADC para a colaboração no âmbito da avaliação e inspecção em boas praticas de fabrico dos medicamentos.

A Direcção Nacional de Farmácia, enquanto Autoridade Nacional Reguladora de Medicamentos é membro activo do Zazibona desde o ano 2018, tendo acolhido de 18 – 22 de Março, a Vigésima Segunda Sessão de Avaliadores do Zazibona. O avento teve lugar no Hotel Avenida, Cidade de Maputo, e contou com a participação de avaliadores representantes dos países da SADC, facilitadores da OMS e outros parceiros como a USAID e NEPAD.

O Senhor Secretário Permanente do Ministério da Saúde, Dr. Zacarias Zindoga, fez abertura oficial do evento, após as considerações dos potenciais parceiros.

A semana foi muito intensa, onde foram discutidos aspectos ligados a qualidade, eficácia e segurança de medicamentos usados para o tratamentos das principais doenças da região da SADC.

Momentos do Evento

Intervenção do Senhor Secretario Permanente do Misau, dando boas vindas e desejando uma boa reunião técnica. Antes porém, solicitou um minuto de silêncio pelas vitimas do ciclone IDAI.

Discussão em plenária das avaliações. Todos em prol da circulação de medicamentos seguros e de boa qualidade.

 

 

 

 

 

Vacina anti-meningocócica falsificada a circular na África ocidental

A Organização Mundial da Saúde (OMS) lançou um alerta de falsificação de vacina com Ref. RHT-SAV/Alert no1/2017 (www.who.int/medicines/publications/drugalerts/en/), na qual foi identificado pelo fabricante ʺBio-Manguinhos/Fiocruzʺ uma versão falsificada da Vacina anti-meningocócica a circular na Nigeria, com as seguintes características:

Nome do produto: Polysaccharide Meningecoccal ACWY Vaccine

Número de lote: 089UMH002 Z

Prazo de validade: 092017

Data de fabrico: 092014

Em Moçambique, a vacina anti-meningocócica não está registada, contudo o Programa Alargado de Vacinação (PAV) tem recebido a vacina fabricada pela Bio-Med, o último lote recebido foi à 28 de Janeiro de 2014. Neste momento, o Serviço Nacional de Saúde não dispõe da vacina.

Com base nesta informação, caso encontre a vacina anti-meningocócica ACWY com o referido lote não use, contacte o Departamento Farmacêutico através da linha do Centro de Informação de Medicamentos (823062943).

Vacina anti-meningocócica falsificada a circular na Nigéria

A Organização Mundial da Saúde (OMS) lançou um alerta de segurança com Ref. EMP/SAV/Alert_n5.2019 (www.who.int/medicines/publications/drugalerts/en/), referente à circulação de versões falsificadas da vacina anti-meningocócica na Nigéria, com as seguintes características:

Nome do Produto Mencevax ACWY
Número de lote AMEUA108BA AMEU105BA
Data de validade 02 – 2021 07 – 2021
Data de fabrico 03 – 2018 03 – 2016
Fabricante Glaxo Smitne Biologicals s.a Rixensart-Beigium

 

Em Moçambique, a vacina anti-meningocócica fabricada pela Glaxo Smitne Biologicals s.a Rixensart-Beigium  não está registada.

Com base nesta informação, caso encontre estes produtos com os REFERIDOS LOTES não use, contacte a Direccão Nacional de Farmácia (DNF) através da linha do Centro de Informação de Medicamentos(CIM) (823062943).